Policial

Suspeito da PB é procurado após morte de duas pessoas em SP

Uma briga em um posto de combustível deixou dois mortos e um ferido na noite de sábado (3), na avenida Rebouças, em Pinheiros, na zona oeste da capital paulista. No local, uma multidão se concentrou para acompanhar os blocos de pré-carnaval. As informações são do R7 e da Record TV. O suspeito do crime já foi identificado e seria um paraibano que é frentista do posto.


Nas imagens da câmera de segurança, é possível ver um dos frentistas sacar uma arma e disparar contra um grupo após um tumulto. Bruno Gomes de Souza, de 31 anos, e João Batista Moura da Silva, de 30 anos, foram atingidos. Eles não resistiram aos ferimentos e morreram. Um empresário de 35 anos também ficou ferido.


O caso foi registrado como homicídio e tentativa de homicídio no 14º DP (Pinheiros), onde as investigações devem ter continuidade.


Em nota, a Shell informou que não opera postos no Brasil e que a responsabilidade são dos revendedores.


O advogado da Rede Duque, empresa revendedora que administra o posto, afirmou que a arma não pertencia a ninguém do local. “O posto não tem segurança e a arma não veio do posto”, disse o advogado Erikson Eloi Salomoni.