Paraíba

Prefeito de Barra de São Miguel recorre da cassação de mandato e segue no cargo

O prefeito e o vice-prefeito de Barra de São Miguel, João Batista Truta e Fábio José Maia de Miranda, recorreram da decisão que determinou a cassação dos mandatos de ambos. A decisão foi do juiz da 21ª Zona Eleitoral, em Cabaceiras, e foi proferida no dia 18 deste mês. O prazo para recurso vai até esta segunda-feira (25), mas o gestor já protocolou nessa quinta-feira (21). 


Antes de subir para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o recurso, segundo informação do Cartório da Zona Eleitoral, deverá ser apreciado pelo juiz Falkandre de Sousa Queiroz na próxima semana. É possível que o juiz eleitoral mande ouvir a parte autora da ação, que é a coligação 'A Força do Povo", segundo informações da Zona Eleitoral. 


Conforme a sentença do dia 18, o presidente da Câmara de Vereadores deve assumir interinamente o cargo de prefeito de Barra de São Miguel, localizada no Cariri paraibano. Contudo, como cabe recurso da decisão para o TRE, o prefeito ainda continua no comando da prefeitura enquanto recorre. Na sentença do juiz, há determinação para realização de nova eleição, em um prazo de 40 dias, além de deixar o prefeito e o vice inelegíveis por oito anos.


O prefeito João Batista Truta e Fábio José Maia de Miranda foram cassados por suposto abuso de poder econômico, abuso de poder político ou de autoridade.