Paraíba

Policiais civis paralisam atividades por 24 horas

Agentes, escrivães e motoristas que compõem a Polícia Civil da Paraíba vão parar as atividades durante 24 horas a partir de quarta-feira (27). A decisão faz parte das deliberações da categoria firmadas em assembleia no dia 14 deste mês, quando os policias decidiram paralisar as atividades em protesto contra a aprovação do Projeto de Lei 1.664/2017 que trata de “promoções funcionais, acumulação de delegacias e plantões extraordinários” da categoria.


A categoria entende que a aprovação do projeto de Lei 1664/2017 favoreceu delegados de polícia com o remanejamento de vagas para promoção, dobrando o número de vagas da classe especial deles, e que o mesmo PL obriga policiais a tirar plantão, sem estipular a respectiva folga, segundo informou o vice-presidente da Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba (Aspol-PB), Valdeci Feliciano.


Durante a paralisação, não serão realizadas diligências como mandados de busca e apreensão, mandados de prisão, operações policiais, nem serviços de cartório. Contudo, segundo a organização do movimento, será mantido 30% do efetivo para atendimento apenas de situações emergenciais de flagrante delito.