Policial

Polícia civil da Paraíba prende falso advogado e pastor evangélico pela terceira vez

A Polícia Civil da Paraíba prendeu, na tarde desta quarta-feira (4), um falso advogado suspeito de aplicar golpes em mais de 40 vítimas, em João Pessoa. Ele estava foragido. Esta já é a terceira vez que o suspeito é preso pela defraudações de João Pessoa – DDF pelas mesmas fraudes. Segundo a polícia, ele se apresentava como advogado e como pastor evangélico, prometendo ingressar com ações judiciais, revisionais de FGTS. No entanto, segundo as denúncias, ele recebia os valores das vítimas e desaparecia.  


Francismárcio Monteiro da Silva foi preso pela primeira vez pela DDF em janeiro de 2015, após o comparecimento de mais de 10 vítimas à Delegacia. 


A segunda prisão do falso advogado foi feita pela DDF em agosto do mesmo ano, 2015. Todas as prisões são relacionadas a contratos advocatícios. 


Francismárcio respondeu a dois processos criminais e foi condenado a mais de 9 anos de reclusão em razão dos crimes de estelionato (ações judiciais) e do crime de tráfico de influência, já que o suspeito informava às suas vítimas que possuía contatos, privilégio na Justiça e na Polícia e que nunca seria investigado, revelou a DDF.


No entanto, mesmo após sua condenação e determinação da prisão, Francismárcio fugiu dos endereços conhecidos e permaneceu foragido por mais de um ano.


A DDF chegou até o suspeito após denúncia feita no disque denúncia da Polícia Civil (tel. 197). O suspeito resistiu à prisão e teve que ser imobilizado pela equipe da DDF.