Policial

Agricultor é suspeito de estuprar e aliciar filhas por R$ 10

Um agricultor foi preso em flagrante, na Zona Rural de Sossego, Agreste paraibano, a 158 km da Capital, suspeito de estupro de vulnerável contra a filha de 13 anos, nessa quarta-feira (22).


Segundo o delegado Elias José Rodrigues, o homem foi detido após uma menina de oito anos, irmã da vítima, comentar com pessoas na escola que viu o pai beijar a adolescente na boca no quintal de casa. Profissionais da escola acionaram o Conselho Tutelar, que chamou a polícia.


Ao ser ouvido pela Polícia Civil, o agricultor negou as acusações. No entanto, a menina de 13 anos confirmou que era abusada pelo pai. Uma irmã dela, de 11 anos, também já teria sido vítima do agricultor.


O delegado Elias José Rodrigues explicou que o homem foi preso por estupro de vulnerável, mas é investigado por outro crime envolvendo as filhas. Denúncias apontaram as meninas de 13 e 11 anos eram submetidas a um esquema de prostituição.


“A mais velha chegou a confirmar que ela e a irmã eram levadas para feiras livres de Sossego e de cidades vizinhas e oferecidas a outros homens. O valor cobrado pelo pai girava em torno de R$ 10”, contou o responsável pelas investigações.


Ainda conforme o delegado, a mãe das vítimas contou que desconfiava dos abusos, mas não tinha coragem de confrontar o companheiro, pois era constantemente ameaçada por ele.


As vítimas vão passar por exames de corpo de delito para confirmar as violências sofridas. O agricultor está preso na Cadeia Pública de Esperança, à disposição da Justiça de Barra de Santa Rosa.